Pular para o conteúdo

Cabelo Encravado: Entenda como tratar

cabelo encravado

Cabelo encravado é um problema comum que afeta muitas pessoas. Também conhecido como foliculite, ocorre quando um fio de cabelo cresce de volta para a pele em vez de sair pela superfície. Isso pode causar irritação, inflamação e até mesmo infecção.

As causas de cabelo encravado variam, mas geralmente estão relacionadas à depilação, barbear ou ceração. Quando o cabelo é removido, a ponta pode se curvar e crescer de volta para a pele, em vez de sair pela superfície. Isso pode ser agravado por pele oleosa, suor excessivo, roupas apertadas e outros fatores que podem irritar a pele. Embora cabelo encravado possa afetar qualquer parte do corpo, é mais comum na área da barba, virilha e pernas.

Cabelo Encravado

Cabelo encravado é um problema comum de pele que ocorre quando um pelo cresce dentro da pele em vez de sair dela. Isso pode acontecer em qualquer parte do corpo, incluindo o rosto, pescoço, braços, pernas e região pubiana.

Causas Comuns de Pelos Encravados

Existem várias causas para pelos encravados, incluindo:

  • Depilação: A depilação pode causar pelos encravados quando os pelos são cortados muito curtos, fazendo com que cresçam para dentro da pele.
  • Roupa apertada: Usar roupas apertadas pode causar irritação na pele, o que pode levar a pelos encravados.
  • Pele oleosa: Pessoas com pele oleosa têm maior probabilidade de desenvolver pelos encravados, porque o excesso de óleo pode obstruir os folículos pilosos.

Sintomas e Identificação

Os sintomas de pelos encravados incluem:

  • Inchaço e vermelhidão na área afetada
  • Coceira e irritação
  • Dor e sensibilidade
  • Aparecimento de pequenas protuberâncias na pele

Para identificar um pelo encravado, procure por uma pequena protuberância na pele com um pelo crescendo dentro dela. A área ao redor do pelo pode estar vermelha e inflamada. Se a área estiver infectada, pode haver pus ou uma ferida aberta.

Em casos graves, pelos encravados podem levar a foliculite, uma infecção dos folículos pilosos que pode causar dor e desconforto. Se você suspeita que está sofrendo de foliculite, é importante procurar um médico imediatamente para evitar complicações.

Em resumo, pelos encravados são um problema comum de pele que pode ser causado por várias razões. É importante identificar e tratar os pelos encravados para evitar complicações mais graves, como foliculite.

Prevenção e Cuidados

Cabelos encravados podem ser prevenidos com alguns cuidados simples com a pele e escolhas adequadas de roupas e lingeries. A seguir, algumas dicas para prevenir o aparecimento de cabelos encravados:

Esfoliação da Pele

A esfoliação da pele pode ajudar a prevenir o aparecimento de cabelos encravados, removendo as células mortas e desobstruindo os poros. É importante escolher um esfoliante suave e usar com moderação, evitando esfregar com muita força ou com muita frequência. A esfoliação deve ser feita antes da depilação ou barbear, para evitar irritação na pele.

Cabelo Encravado na Virilha

Escolha de Roupas e Lingeries

Roupas e lingeries apertadas podem contribuir para o aparecimento de cabelos encravados, especialmente em áreas como as axilas e virilha. Opte por roupas e lingeries mais soltas e confortáveis, que não fiquem muito justas na pele. Evite também tecidos sintéticos, que não permitem a respiração da pele.

Uso Adequado de Hidratantes e Óleos

Hidratantes e óleos podem ajudar a manter a pele macia e hidratada, prevenindo o ressecamento e a formação de cabelos encravados. É importante escolher um hidratante ou óleo adequado para o seu tipo de pele, e aplicar com moderação, evitando o excesso. O uso de óleos essenciais, como o óleo de tea tree, pode ajudar a prevenir a inflamação e infecção dos folículos capilares.

Com esses cuidados simples, é possível prevenir o aparecimento de cabelos encravados e manter a pele saudável e bonita.

Métodos de Depilação

Existem diversos métodos de depilação disponíveis no mercado, cada um com suas próprias vantagens e desvantagens. Nesta seção, serão abordados dois dos métodos mais populares: depilação com cera e alternativas de depilação.

Depilação com Cera

A depilação com cera é um método popular de remoção de pelos que envolve a aplicação de cera quente ou fria na área a ser depilada, seguida pela remoção rápida da cera, levando consigo os pelos indesejados. Este método é eficaz na remoção de pelos encravados, pois a cera remove os pelos desde a raiz, evitando que eles cresçam de forma irregular.

No entanto, a depilação com cera pode ser dolorosa e pode causar irritação na pele, especialmente em pessoas com pele sensível. Além disso, a cera quente pode causar queimaduras se não for aplicada corretamente. É importante escolher um profissional experiente para realizar a depilação com cera e seguir as instruções de cuidado com a pele após o procedimento.

Alternativas de Depilação

Existem várias alternativas para a depilação com cera, incluindo o uso de lâminas de barbear, creme depilatório e depiladores elétricos. Cada método tem suas próprias vantagens e desvantagens.

O uso de lâminas de barbear é rápido e fácil, mas pode causar pelos encravados e irritação da pele se não for feito corretamente. O creme depilatório é uma opção sem dor, mas pode causar reações alérgicas em algumas pessoas. O depilador elétrico é uma opção duradoura, mas pode ser doloroso e caro.

Independentemente do método escolhido, é importante cuidar da pele após a depilação para evitar pelos encravados e irritação. Isso pode incluir a aplicação de loções ou pomadas hidratantes e evitar roupas apertadas que possam irritar a pele recém-depilada.

Tratamentos e Soluções

Existem diversas opções de tratamentos e soluções para cabelo encravado, que variam desde produtos antifúngicos e antibacterianos até procedimentos dermatológicos. Abaixo, serão apresentadas algumas dessas opções.

Produtos Antifúngicos e Antibacterianos

Cremes com ação antibacteriana e antifúngica podem ser utilizados para tratar cabelo encravado. Esses cremes ajudam a reduzir a inflamação e a prevenir infecções. Alguns exemplos de ingredientes que podem ser encontrados nesses cremes são o ácido salicílico e o peróxido de benzoíla.

Procedimentos Dermatológicos

Os procedimentos dermatológicos são opções mais avançadas para tratar cabelo encravado. Peelings superficiais com ácido glicólico ou retinoico podem ajudar a remover as células mortas da pele e a desobstruir os poros, prevenindo assim o surgimento de pelos encravados.

Em casos mais graves, pode ser necessário consultar um dermatologista para realizar procedimentos mais específicos, como a extração manual do pelo encravado ou a aplicação de medicamentos injetáveis para reduzir a inflamação.

Em resumo, existem diversas opções de tratamentos e soluções para cabelo encravado, desde produtos antifúngicos e antibacterianos até procedimentos dermatológicos. No entanto, é importante consultar um profissional para determinar qual é a melhor opção para cada caso específico.

Quando Procurar um Dermatologista

Cabelo encravado é um problema comum que pode ser tratado em casa, mas em alguns casos, pode ser necessário procurar um dermatologista para diagnóstico e tratamento adequados.

Se a inflamação ao redor do cabelo encravado se tornar grave, formando um nódulo cheio de pus, pode ser um sinal de infecção. Nesse caso, é importante procurar um dermatologista imediatamente para evitar complicações.

Quando os cabelos encravados são frequentes e ocorrem em grandes áreas do corpo, pode ser um sinal de foliculite, uma inflamação dos folículos pilosos. Um dermatologista pode ajudar a identificar a causa da foliculite e prescrever tratamentos para reduzir a inflamação e evitar futuros cabelos encravados.

Em casos mais graves, como quando os cabelos encravados levam a cicatrizes ou hiperpigmentação, um dermatologista pode ajudar a minimizar esses efeitos colaterais e prescrever tratamentos para melhorar a aparência da pele.

Em resumo, se a inflamação ao redor do cabelo encravado se tornar grave, se os cabelos encravados forem frequentes ou se houver complicações, é importante procurar um dermatologista para diagnóstico e tratamento adequados.

Veja o vídeo para entender mais sobre os tratamentos contra cabelo encravado.

Mais
artigos

Inscreva-se na nossa newletter e para acompanhar todo o conteúdo sobre as

Doenças da Pele!