Pular para o conteúdo

Medicamento para psoríase: conheça as melhores opções

medicamento para psoriase

Apesar de doenças crônicas autoimunes não possuírem cura, há medicamento para psoríase bastante eficaz capaz de controlar a sua incidência e sintomas.

Existem várias opções de medicamentos disponíveis no mercado, como por exemplo, opções orais, em comprimidos, mais indicados para casos moderados a graves, e outras opções de tratamento tópico, em forma de pomadas, shampoos e loções, para os casos mais leves.

De qualquer forma, a psoríase deve ser tratada de acordo com o seu tipo específico, local de origem e gravidade dos sintomas da inflamação.

No caso da psoríase no couro cabeludo, a maioria dos especialistas recomendam o tratamento com shampoo ou loção. Já a psoríase em outras partes do corpo costuma ser tratada com pomada e casos mais graves até associada aos comprimidos, dependendo de cada caso.

Em todos casos, um bom dermatologista é capaz de prescrever o medicamento para a psoríase mais eficaz para o sucesso do seu tratamento.

E nós aqui vamos te ajudar a tirar suas dúvidas para encontrar a melhor opção!

Confira!

Medicamento para psoríase

Uma doença autoimune crônica, como a psoríase, não tem cura. No entanto, existem vários tipos de medicamentos para a psoríase capazes de agir de forma eficiente no organismo, controlando a renovação celular acelerada na pele.

Por outro lado, cada medicamento para psoríase vai agir de acordo com cada caso específico, ou seja, de acordo com o tipo da doença, local das lesões e gravidade dos sintomas.

Por exemplo, um medicamento à base de betametasona, calcipotriol, acitretina ou adalimumabe, seja ele pomada, loção ou shampoo, podem ser prescritos pelo dermatologista para tratar casos mais leves a moderados.

Nestes casos, essas substâncias irão aliviar os sintomas da psoríase, como as manchas avermelhadas, a coceira e o ressecamento na pele, que causa a descamação das lesões.

No entanto, casos mais graves vão exigir um medicamento para psoríase na forma de comprimido ou injeção, que podem ser associados aos medicamentos tópicos para uma maior eficiência no tratamento.

Além dos medicamentos, outros cuidados também são importantes, como manter a pele sempre hidratada, especialmente nas regiões afetadas, evitando o ressecamento e a irritação da pele.

Medicamento para psoríase: comprimido ou injeção

Os medicamentos para psoríase, sejam em comprimido ou injeção, são aqueles que possuem ação sistêmica. 

Em geral, costumam ser prescritos pelo dermatologista apenas em casos mais graves ou de psoríase generalizada.

Eles podem ser associados a outros medicamentos tópicos ou usados sozinhos quando o tratamento tópico não foi capaz de controlar os sintomas da doença.

O medicamento para psoríase em comprimido mais comum costuma ser feito à base de acitretina, um retinoide indicado em casos mais graves de psoríase eritrodérmica ou pustulosa.

Esse tipo de comprimido é vendido em doses de 10 mg ou 25 mg, somente com receita médica, como os antibióticos.

Outro medicamento para psoríase em comprimido é o metotrexcouato, encontrado em doses de 2,5 mg ou em ampolas de 50 mg/2mL para serem aplicadas como injeção.

O metotrexato é um dos medicamentos para psoríase em comprido mais indicados para casos graves, pois ele age diretamente no controle e prevenção da inflamação na pele, capaz de diminuir a proliferação de manchas. 

Mas assim como a acitretina, o metotrexato também precisa ser prescrito por um dermatologista, por conta dos efeitos colaterais que ambos causam.

Uma terceira opção de medicamento para psoríase em comprimido muito indicado por dermatologistas, é a ciclosporina, de ação imunossupressora, indicada para tratar os casos de psoríase moderados a graves.

No entanto, como ela atua no sistema imunológico, ajudando a reduzir os sintomas da psoríase, precisa ter a sua atuação acompanhada por um médico com exames regulares para avaliar o funcionamento dos rins e monitorar a pressão arterial.

Medicamento para psoríase no couro cabeludo

A psoríase no couro cabeludop também é considerada uma doença crônica, tendo como causa principal a predisposição genética, além de ser agravada em situações de baixa imunidade e estresse emocional (crises de ansiedade e depressão).

Além disso, o inverno costuma aumentar os riscos de desenvolvimento da doença, pois acelera o ressecamento da pele agravando os sintomas.

A psoríase no couro cabeludo também não tem cura, mas ela pode ser tratada com medicamentos tópicos e sistêmicos, na forma de loções, pomadas, comprimidos, injeções e também com shampoos específicos, sempre indicados pelo dermatologista.

No caso dos medicamentos tópicos, o dermatologista recomenda usar shampoos, loções e pomadas capilares. Já o tratamento sistêmico, é feito através de comprimidos ou injeções para controlar casos mais graves da doença.

Uma opção de medicamento para psoríase na forma de shampoo deve conter ativos anti-inflamatórios e queratolíticos na composição, por serem capazes de controlar a doença e melhorar a aparência da pele.

Um exemplo de shampoo para psoríase muito comum costuma ser formulado com alcatrão e outras substâncias eficazes como piritionato de zinco, ácido salicílico, coaltar, corticoides e análogos da vitamina D, que combatem não só os sintomas, mas também controlam a formação de placas e descamação.

Medicamento para psoríase: pomada

A pomada é um medicamento para psoríase de tratamento tópico muito comum, que costuma ser prescrita pelo dermatologista nos casos de psoríase leve a moderada.

O medicamento para psoríase em pomada mais indicado e acessível no Brasil é feito à base de corticóide, mas costumam ser prescritos e associados a outros medicamentos, a depender da região afetada.

A pomada corticóide tem ação anti-inflamatória, porém possui efeitos colaterais graves com o uso prolongado, como afinamento da pele, alterações na pigmentação, coceira, dor, sensação de queimação, estrias e hematomas.

Por isso, quando são necessárias, o médico deve controlar a sua dosagem e tempo de uso de forma individualizada.

Dentre alguns exemplos de pomadas corticóides podemos citar a hidrocortisona, o clobetasol ou a triancinolona, que ajudam a reduzir a inflamação da pele, a vermelhidão, coceira, inchaço e descamação.

Melhor medicamento para psoríase

A Psoriless é uma opção de medicamento para psoríase tópico bastante eficaz na forma de loção. 

Ela é formulada nos Estados Unidos e tem se tornando referência em todo o mundo para o tratamento da psoríase, por isso muito recomendada por vários dermatologistas.

A loção Psoriless oferece resultados visíveis em poucos dias, sendo capaz de reduzir a descamação, coceira e a espessura das lesões com o seu poder hidratante.

Ela também reduz a inflamação na pele, inchaço e vermelhidão com sua ação antiinflamatória, além de prevenir a recorrência dos sintomas da doença, podendo também ser utilizada em conjunto com outros tratamentos, sem causar efeitos colaterais.

Tudo isso por conta de seus 10 princípios ativos na composição: Ureia, LCD (Liquor Carbonis Detergens), Ácido Salicílico, Dexpantenol (Pró Vitamina B5), Alantoína, Óleo de rosa mosqueta, Vitamina E, Aloe Vera, Calêndula, Vitamina A e Óleo de copaíba, sem que nenhum deles seja corticóide.

Por esta razão, a loção Psoriless é a opção mais segura e eficaz contra a psoríase em qualquer região do corpo!

Mais
artigos

Inscreva-se na nossa newsletter para acompanhar todo o conteúdo sobre as

Doenças da Pele!